UMA JANELA PARA A AMÉRICA LATINA

Júnior Suci

O brasileiro Júnior Suci vive e trabalha na cidade de São Paulo (Brasil) desde 2008. Graduou-se em Artes Plásticas pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP) em 2006 e formou-se mestre e doutor em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).

Desde 2007 realiza pesquisa e produção em desenho e, a partir de 2011, iniciou investigação e produção nas áreas de vídeo e fotografia. O eixo central da sua produção aborda a relação do corpo consigo próprio e com os objetos do cotidiano em diálogo constante com a linguagem da performance.

Dentre as principais mostras individuais no Brasil estão: Performance pela Luz, no Centro Cultural São Paulo/SP (2009), Minhas Pequenas Vitórias, na Galeria do IBEU/RJ (2011), Necessidade do Objeto, no Centro Universitário Maria Antônia/SP (2011) e Película (2012) e A ruína (2013), ambas na Galeria Virgilio/SP.  Suci foi contemplado com o prêmio da Fundação Nacional de Artes (Funarte) de Arte Contemporânea pela mostra coletiva The Letter, na Funarte/MG. Possui obras nos acervos do Museu de Arte Contemporânea (MAC USP/SP), SESC/AP e Museu de Arte Contemporânea de Campo Grande/MS. No momento atua como artista visual, arte-educador e pesquisador.