Oscar Niemeyer

Oscar Niemeyer, o arquiteto que projetou o Memorial da América Latina

Oscar Niemeyer Soares Filho, o arquiteto responsável pelo projeto do Memorial da América Latina, nasceu em 1907 no Rio de Janeiro, cidade onde ainda hoje funciona seu escritório de arquitetura. Morreu em 2012, poucos dias antes de completar 105 anos. Formou-se pela Escola Nacional de Belas Artes em 1934, quando passou a frequentar o escritório do arquiteto e urbanista Lucio Costa.

Em 1936, integrou a comissão criada para definir o projeto para o edifício-sede  do recém-criado Ministério da Educação e Saúde, no Rio de Janeiro, sob supervisão do arquiteto suíço Le Corbusier, a quem assistiu, como desenhista, durante sua estada na cidade. Apresentou a solução adotada na construção do edifício, baseada no primeiro projeto do arquiteto no Brasil.

Entre 1940 e 1944, por encomenda do então prefeito de Belo Horizonte, Juscelino Kubitschek, projetou o conjunto arquitetônico da Pampulha, um marco de sua obra. Em 1947, foi convidado pela ONU a participar da comissão de arquitetos para propor projetos da futura sede da instituição em Nova York. A proposta de Niemeyer, com modificações sugeridas por Le Corbusier, foi escolhida como base do projeto definitivo. No Rio de Janeiro, em 1955, fundou a revista Módulo.

Em 1956, a convite de Juscelino Kubitschek, agora presidente da República, iniciou sua colaboração na construção da nova capital federal, cujo plano urbanístico foi confiado a Lucio Costa. Em 1958, foi nomeado arquiteto-chefe da nova capital e foi transferido para Brasília, onde permaneceu até 1960. Em 1972, abriu um escritório em Paris.

 Autor de extensa obra no Brasil, realizou também grande número de projetos no exterior, como o Museu de Arte Moderna de Caracas (1954); a sede do Partido Comunista Francês, em Paris (1967); uma mesquita, o Centro Cívico e a Universidade de Constantine, na Argélia (1968); a sede da Editora Mondadori, em Milão (1968) e o Centro Cultural de Le Havre, na França (1972). Como urbanista, projetou o plano da cidade de Neguev, no Deserto de Neguev em Israel (1964); um conjunto urbanístico em Grasse, França (1967) e a Ilha de Lazer em Abu-Dhabi nos Emirados Árabes (1981).

Em 1987, a convite do então governador do estado de São Paulo, Orestes Quércia, Oscar Niemeyer projetou o Memorial da América Latina, que seria inaugurado em 1989.

Veja também